terça-feira, agosto 21, 2007

Além de... (Ale - 21/08/2007)


...e enquanto olho, não percebo nada além do que a vida reascendida em força e luz no meu coração cansado de tantos passos mal dados!...e enquanto espero, somente praia e vento.
A dor de não te ter, quem quer que sejas, não me apaga a chama de te olhar pra sempre como se fosse aqui dentro de mim, a flor que falta. Uma única e tão sonhada flor, no campo imenso de minha alma que anseia arte e almeja vida. Que chora pela canção mais doce e suave que vem de ti.
Teus olhos desconhecidos; Teus beijos umedecidos com o sabor inexistente nesse meu mundo. Pequeno mundo em que habito. Daqui pra ali, chego ligeiro e canso fácil.
Já não sei de fato o que seguir.
...e enquanto calo, minha voz maltrata. Enquanto sonho, me atiro às ondas.

5 comentários:

Ariadne disse...

Parece que está falando de mim...me sinto da mesma forma..
Lindo mesmo.
Um beijo.

Ale (mestressan) disse...

Pois é, tenho me sentido assim! Grato Ari. Beijo

Isis Brandão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ale (mestressan) disse...

Grato Isis. A palavra rosa talvez seja mesmo o que ainda me falta! Um beijo

Isis Brandão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.