terça-feira, junho 30, 2009

Nem Sempre (Ale - 30/06/2009)


Nem sempre encontro o ponto
Nem sempre sei ao certo
Nem sempre sou aberto
Nem sempre sigo tonto

Nem sempre “sempre encontro”
Nem sempre me confesso
Nem sempre faço o verso
Nem sempre estou pronto

Nem sempre sei o conto
Nem sempre fico perto
Nem sempre sou esperto
Nem sempre eu afronto

Nem sempre eu confronto
Nem sempre estou certo
Mas sempre “sempre” o verso
Fica pronto

4 comentários:

Queridinha disse...

Genuíno... muito bom... também me sinto assim

Anônimo disse...

Gosto demais!! =)

KLy

Janio lima disse...

Nem sempre estou vivo
nem sempre estou distante
nem sempre sou discreto
nem sempre estou mudo.
e por ai vai com essa poesia sem e extremamente perfeita em sua forma discreta e ao mesmo tempo bel. Abração!!

Isis Brandão disse...

Adorei essaa!