quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Eu? (Ale -16/02/2006)


Eu?
Serei um conjunto de informações adquiridas durante todos estes anos?
Serei um pensamento de ser o que acho que sou ou serei apenas um sonho do tempo solto no espaço da vida?
Serei eu, meus amigos, uma alma que existe tal qual uma poeira soprada no vento?
Uma força no nada ou um simples reflexo de luz distorcida?
Serei, por acaso, continuidade de alguém que meu pai continua? A tal da genética?
Músculos, por cima de ossos, revestidos de pele com impulsos nervosos e corrente sanguínea?
Serei realmente real ou apenas plebeu fingindo nobreza na corte da existência celeste?
Será que serei apenas uma imagem simbólica ou uma ilusão permitida a mim mesmo de que sou alguém ou alguma coisa?
Uma coisa? Serei essa coisa que não sei o quê?
Agora, o que sou?
Uma gota de água escorrendo em um rio?
Uma onda constante no oceano do tempo?
Serei eu por acaso um mero acaso previsto, antes mesmo que o fosse?
Ou serei a certeza que eu sou o que sinto?
Uma dúvida? Serei eu neste caso, apenas uma pergunta?
Um talvez?
Um mar de emoções transbordando!
Mas mar não transborda, a não ser na ressaca. Serei a ressaca então?
Talvez realmente, eu seja o que sinto!
Mas o que na verdade eu sinto?
Sinto?
Sonho...Será?
Não sei ao certo quem sou!
Um simples querer que um dia eu seja!
Talvez no espaço uma estrela, distante da dor de não sê-la.
Um ser revestido de luz
ou mesmo quem sabe, a própria luz

Transbordando de Amor!

5 comentários:

O Micróbio disse...

Tu serás aquilo que quiseres ser... Bom fim de semana!

Anônimo disse...

Boa resposta!!

Ale (mestressan) disse...

Carlos...todos seremos ;) Abraço amigo

Ale (mestressan) disse...

Anônimo...serei a resposta? ;)

marilia disse...

Oi, Ale,

não lembro de você não...mas gostei do recado que deixou no meu blog.
Se gosta e tem poemas para mostrar, vá até a Feira do Poeta dia 05 de março, às 11 horas. Vamos encontrar umas pessoas que gostam de escrevinhar lá.
bj