segunda-feira, outubro 03, 2005

Sempre (Ale -03/10/05)


.

Ontem eu vi a terra do nunca.
Um lugar onde sempre se é criança, onde a vida é singela e pura.
Um lugar onde a beleza reina em todos os cantos que existem!
Naquele lugar eu voei com meus sonhos em busca de tudo que me fazia bem.
Tanta flor e tanto amor que caiam lágrimas de meus olhos sem se quer senti-las de tanto bem.
A terra do nunca é tão real quanto o amor que se tem.
É tão intensa a presença da luz que arranca da alma todas as dúvidas que porventura se tenha e nos trás a certeza.
O coração é feliz e o amor é presente.
Será que um dia mudarei para lá?
Lá, as flores e fadas confundiam meus olhos junto às borboletas. Folhagem de cor
Lá, os sonhos da alma, penetravam a razão e faziam o coração se entregar ao amor
Lá, não havia nenhuma maldade existente. Tudo era Luz
Tudo era paz
Todo o amor sempre estava presente
Tudo se via e a tudo se amava
A criança sorria
A natureza cantava
Só havia criança nessa terra esperança,
Terra encantada
A terra do nunca é pra sempre
É como fonte de vida
É a terra aonde toda e qualquer criatura
Por mais simples que seja,
se compara a uma flor,
com perfume e pureza
perfeição e beleza
Minha terra do nunca e do sempre
Minha terra do amor!

2 comentários:

Isis disse...

Ale, eu não sabia que este tema te tocava tanto... Q bonito é teu coração! Um beijo...

Luana disse...

que bonitinho!
:)