segunda-feira, dezembro 26, 2005

Para sempre...(Ale - 26/12/2005)


Antes que a dor me destrua os sentidos e que ausência me faça perder a vontade de andar para frente, eu me derramo aqui, em uma folha limpa.
Antes que eu me vá pra sempre, ou mesmo que eu nem saiba quando, eu me entrego inteiro ao amor que sinto.
Antes mesmo de cair à tarde distante e o pôr-do-sol me faça adormecer em mim, eu venho aqui, pra dentro do meu peito em dores, arrancar de dentro amores tão imensos que nem eu mesmo sei o quanto tenho, o quanto cabe dentro de um ser pequeno diante da força que me faz chorar, que me faz sentir, que me faz aqui me derramar em lágrimas pela saudade.

Antes que o sol queime e que a estrada encubra com o calor;
Antes que a vida passe e meus sentidos também, eu me derramo agora, por inteiro;
Antes mesmo que a noite venha e a cidade grande com suas luzes e fumaças estonteantes me corroam a sensibilidade, eu venho aqui, e me derramo, dentro de ti, amor que tenho. Antes que a lua esfrie o que alma guarda, eu me derramo agora, sem nenhuma calma, em cima da folha limpa que escolhi e lhes falarei, meus grandes e verdadeiros amigos, meus amores...

para sempre vos amarei!

5 comentários:

O Micróbio disse...

Soa-me a despedida... espero que tenha interpretado mal... :-)

Adryka disse...

Isso é um grande grito, então o que se passa? deves ter algum problema grave motivo poque deste o grito, no que precisares, escreve . Beijinhos

Ale (mestressan) disse...

Caros amigos, Adryka e Carlos, o grande grito se dá por uma saudade destes meus grandes amigos que estão distntes de mim, pois mudei de cidade há 1 ano e agora resido no sul do país e eles no nordeste...nada grave amigos! De toda forma agradeço a preocupação de vocês, meus também queridos amigos! Um abraço

Luana disse...

Conheço esse povo! =D

Ale (mestressan) disse...

hehehe...pois é...felicidade sua amiga...que bom que tenho grandes amigos e vc também! ;) Beijos