terça-feira, março 06, 2007

Um novo olhar (Ale - 01/03/2007)



Quando paro pra pensar no mundo de hoje, lembro-me das crianças. Cada criança tem um jeito especial de ver o mundo, a vida e principalmente às pessoas. Sinto que podemos aprender muito com elas. Observemos que, geralmente as crianças utilizam um único parâmetro de “medir” as pessoas. Ou se é feio ou se é bonito e podemos perceber que pouco importa o padrão de beleza sutilmente elaborado pela mídia ou mesmo até pela cultura de um determinado local. Uma pessoa feia é uma pessoa que incomoda e uma pessoa bonita é uma pessoa que participa de forma integral do momento então vivido pela criança. Participa com o sentimento, com o olhar, com o gesto, com a palavra, com todo o cuidado necessário de um relacionamento considerado “maduro”. Sabe o que é mais interessante, é que neste aspecto, outra criança tem uma participação mais intensa do que qualquer adulto, com a aparente “maturidade” suficiente na relação entre pessoas, simplesmente porque tem o coração no que está fazendo. Não faz nada envolvida por julgamentos ou pré-conceitos formado por uma fria regra racional que hoje faz parte de quase todo ambiente aonde existam relações.

Vejamos se o mundo fosse de crianças apenas, quase todas as relações seriam assim:

- Por favor, preciso...
- Não! Você é feio (Você incomoda)

ou então

- Claro! Eu gosto muito de você (Você participa da minha vida neste momento)

Simples!

Um comentário:

melissacco disse...

Concordo contigo, tb acho q a gnt tem muito o q aprender com as crianças, a gnt tem mania de complicar td qndo na verdade como disse alguem em uma musik : "simples é viver"
É, as crianças sabem das coisas...
Bjaum!