sexta-feira, junho 03, 2005

Eterno Amor (Ale 02/06/05)


Aonde nasceu o tempo infinito habita a primeira sensação de existir em mim.
Do amor brotado;
Da energia que move;
Da força que pulsa;
Natureza da origem;
Semente de amor
Surge o amar-te.
Amo-te sempre; Amo-te ontem e hoje.
Mesmo ontem já o era. Hoje eterno de ser sempre.
Amanhã, aquele mesmo de antes, hoje está.
Ontem, hoje.

Sempre irei te amar!

4 comentários:

Rosa disse...

Ale,

Amor eterno, só o amor-próprio! :))
Baste que seja bom enquanto durar! ;)
Beijos!

Ale (mestressan) disse...

Beijos Rosinha!

andorinha disse...

Ale,
Concordo com a Rosa.
Eterno não sei...mas que seja o melhor amor enquanto durar.:)
Beijinho e bom fds.

O Micróbio disse...

Óptimo... o amor orienta! Bom fim de semana... :-)