segunda-feira, junho 27, 2005

Renasce o Amor (Ale – 23/06/05)



Eis que renasce em mim o teu brilho suave de por do sol;
Tua luz intensa de lua na praia;
Com você, meu olhar estampa a alma e a canção se faz suave dentro de mim novamente.
Como o aroma de uma manhã de sábado em um coração de criança, sinto em ti a esperança e a calma.
Teu cheiro de flor domina meu corpo e penetra meus poros;
Transcende meu ser infinito
revive o amor de um sonho bonito.
Teu carinho acalma os ventos,
abranda os mares
Teu olhar transforma os tempos e habita lugares.
Lugares da casa da alma
Do templo em mim
Es força e vida
Es paz revivida
Meu amor sem fim.

Um comentário:

O Micróbio disse...

És força e vida... sem dúvida que estas duas palavras são o âmago do amor...